top of page
  • Writer's picturedavivalukas

Tech Recruiter: 3 dicas de ouro para contratar talentos em TI

O que é Tech Recruiter


Tech Recruiter é o profissional de recrutamento e seleção especializado em profissionais de tecnologia.


Mas, para que um Tech Recruiter se destaque, não basta que ele foque em vagas de TI. É preciso possuir um escopo de habilidades e capacitações que diferenciem o profissional do restante da multidão.


Se você é um profissional de recrutamento e seleção e pretende se especializar em tech recruiting, leia esse artigo até o final. Porém, se você ainda não atua na área e deseja conhecer esse mercado promissor, leia o artigo até o final.


Entretanto, se você já é Tech Recruiter e deseja se aprimorar cada vez mais, já sabe, né? Leia o artigo até o final, pois teremos uma dica bônus!


Tech recruiting: recrutamento e seleção em TI


Tech recruiting (área de atuação do Tech Recruiter) é uma especialidade dentro da área de recrutamento e seleção que, por sua vez, é um subsistema da área de Recursos Humanos.


Em um processo seletivo, o profissional de recrutamento e seleção é o responsável pela atração, recrutamento e seleção de talentos. Similar ao processo de vendas, podemos entender melhor esse passo a passo se desenharmos um funil, como veremos a seguir


Funil de recrutamento


Na área de vendas, o conceito de funil é muito utilizado para identificar em qual etapa do processo de compra está o cliente. Da mesma forma, podemos colocar os candidatos de uma determinada vaga em um funil, que fica da seguinte forma:

  • Topo do funil: divulgação da vaga/oportunidade, atração de talentos, surgimento de talentos em potencial;

  • Meio do funil: fase em que o processo seletivo se inicia, com testes, entrevistas etc.;

  • Fundo do funil: seleção dos melhores candidatos, contratação e onboarding.

Quando o recrutador tem uma visão clara do funil de recrutamento, suas chances de realizar uma contratação assertiva são bem maiores.



Agora vamos voltar ao tema central do nosso artigo: o Tech Recruiter!


Tech Recruiter


Com o processo de transformação digital em pleno vigor desde a década de 1990, viu-se a necessidade de haver um profissional de recrutamento e seleção especializado em tech recruiting (ou recrutamento tecnológico, em português):


o Tech Recruiter (ou recrutador de tecnologia, em português).


Sendo assim, vamos ver as 3 dicas de ouro para contratar talentos em TI, que todo Tech Recruiter precisa conhecer!


Continue comigo até o final da leitura.


3 dicas de ouro para contratar talentos em TI


Eu separei 3 dicas de ouro para contratar talentos em TI para que você, Tech Recruiter, esteja ao menos um passo à frente dos seus concorrentes no recrutamento de talentos em TI.

São elas:

  • Conhecimentos Tecnológicos

  • Mentalidade Disruptiva

  • Talent Acquisition

Continue comigo nessa jornada, pois a seguir nós vamos entender um pouco melhor cada uma das 3 dicas de ouro para contratar talentos em TI.

Conhecimentos Tecnológicos


Um pilar do profissional do futuro é o chamado lifelong learning, ou aprendizado ao longo da vida.


Com isso, podemos entender que, quando falamos em conhecimentos tecnológicos, não estamos dizendo que o Tech Recruiter precisa ser um especialista em programação, banco de dados ou qualquer outra área de TI, mas que precisa entender ao menos os conceitos fundamentais de cada uma delas.


Por isso, recomendo a leitura de blogs e portais de notícias como o Canaltech, um dos mais conhecidos do país. Além disso, participar de workshops, webinários, masterclasses e eventos afins é uma ótima prática para todo Tech Recruiter que queira estar na ponta da corrida.


Mentalidade Disruptiva


A mentalidade disruptiva é uma postura comportamental.


Trata-se daquela forma de pensar em que os desafios se tornam oportunidades e tudo o que é consagrado pode ser revisto em prol de uma otimização de processos e resultados.


Não se trata de reinventar a roda, mas de pensar em maneiras de fazer a roda girar com mais eficácia e eficiência.


Talent Acquisition


Talent Acquisition é uma modalidade que consiste em encontrar e adquirir os melhores talentos para a empresa, incluindo a atração de candidatos qualificados, o processo de seleção e a integração dos novos funcionários na equipe.


Além disso, o Talent Acquisition ajuda a estabelecer um relacionamento com os candidatos, mudando a lógica imediatista do recrutamento tradicional. Isso pode ser feito através de algumas estratégias, como:

  • Newsletter com informações sobre eventos e novas vagas

  • Fluxo de nutrição com marketing de conteúdo (blog, lives etc.)


Conforme nós adiantamos no início do presente artigo, vamos dar uma dica bônus a seguir.


Você é ou deseja ser Tech Recruiter? Então precisa conhecer o Education Recruitment.


Segue comigo, pois nossa jornada já está na reta final!


O que é Education Recruitment


Recruitment Education é o nome que se dá à metodologia de recrutamento e seleção que inverte o processo tradicional consagrado pelo mercado.


Enquanto o modelo tradicional busca profissionais qualificados que estejam disponíveis para trabalhar (mesmo que não estejam procurando emprego), o education recruitment visa qualificar o profissional de TI praticamente do zero. Esse tema tem tudo a ver com o trabalho do Tech Recruiter, não é mesmo?


Veja algumas vantagens do recruitment education:

  • Formação técnica e comportamental

  • Introjeção da visão, missão e valores do negócio

  • Reforço do employer branding (marca empregadora)

Dessa maneira, ao invés de lutar contra o relógio que acentua cada vez mais a escassez de mão de obra qualificada no mercado de TI no Brasil, o education recruitment ajuda o Tech Recruiter a qualificar sua futura mão de obra.


Esse modelo inovador de captação de talentos promete sanar a principal dor do mercado de TI no Brasil, que é o déficit de profissionais qualificados.


Enquanto o ensino formal leva de dois anos e meio a quatro anos para colocar um profissional qualificado no mercado, o education recruitment forma os melhores talentos em um ano e meio, com o diferencial de que não deixa o estudante solto em teorias descoladas da realidade, mas faz isso mantendo o aspirante em contato com o seu negócio.


Há casos no projeto Alpha EdTech, por exemplo, em que o aspirante já estava contratado com menos de um ano na trilha de aprendizagem. Aqui, nossos aspirantes percorrem teoria e prática simultaneamente, além de fortalecerem as habilidades tanto técnicas quanto comportamentais com o mesmo peso de importância.


Para encerrar


Chegamos ao fim deste artigo. Espero que ele te ajude a trilhar a jornada do Tech Recruiter, fazendo com que você entenda como vencer as dores e desafios do mercado de TI no Brasil.


Um abraço e até o próximo artigo!


Davi Valukas - Alpha EdTech


Comments


bottom of page