• davivalukas

O que é hipertexto? História e conceito

O que é hipertexto? Como surgiu esse conceito? Qual a relação entre texto e hipertexto? Leia meu novo artigo para entender.


O que é texto? Linguagem e cultura


Antes de falarmos sobre hipertexto, vamos analisar o que é um texto.


Na linguística, que é a ciência que é o estudo científico da linguagem, o texto é uma manifestação de ideias de um determinado autor (o criador do texto), sendo ele (o autor) público ou anônimo.


Tanto a produção quanto a interpretação de um texto estão intrinsecamente ligados ao contexto cultural, ou seja, tanto o autor quanto o leitor só têm condições de, respectivamente, escrever e ler um texto, dentro de uma determinada cultura.

Exemplo: eu só posso escrever um poema em português sobre as tradições culturais do interior paulista se eu souber escrever um poema, se eu souber ler e escrever em português e se eu tiver conhecimentos (práticos ou teóricos, tanto faz) sobre a cultura do interior paulista. Da mesma maneira ocorre com o leitor.


Esse exemplo vale para qualquer outro contexto cultural que você puder imaginar.


Há diversas abordagens conceituais no campo da linguística que terão uma visão específica sobre textos. Conheça três ramos de estudos e suas respectivas abordagens:

  • Semiótica

  • Análise do discurso

  • Filologia

Semiótica


Área da linguística que estuda os signos linguísticos, ou seja, qualquer elemento que comunique algo.


Elementos pertencentes à semiótica: significante, significado, signo, índice, símbolo, ícone etc.


Análise do discurso


Área da linguística que estuda a construção ideológica de um texto.


Nesse ramo da linguística, enquanto o termo “discurso” diz respeito à prática social da linguagem, o termo “texto” se refere ao produto da atividade discursiva.


Trocando em miúdos, quando alguém concede uma entrevista a um canal de rádio, TV, jornal ou internet, está discursando, enquanto que o resultado posterior, seja escrito ou falado, é o texto em si.


Filologia


Área da linguística que estuda a produção textual em fontes históricas, como a literatura, os anais de antigos reinos, os manuscritos etc.


Um exemplo de estudo filológico ocorre com o Latim clássico e em seus respectivos escritores (especialmente juristas e filósofos).


O que é comunicação?


Um pouco acima eu falei sobre comunicação, e é importante analisarmos esse termo com um pouco mais de cuidado.


Comunicar é o ato de tornar algo comum a duas ou mais pessoas. Em outras palavras, comunicação é o ato de transmitir uma determinada mensagem (ou texto, se preferir), fazendo com que o interlocutor (aquele que está recebendo a mensagem/texto) tome conhecimento do tema em questão.

Contudo, devemos entender a comunicação de uma forma mais ampla. Eu não me comunico apenas com alguém que está próximo a mim, na mesma época. Platão se comunica com seus leitores mesmo tendo morrido há mais de 2 mil anos. O mesmo ocorre com qualquer outro escritor.


Comunicação, portanto, é algo que ocorre entre pessoas da mesma época e entre pessoas que já se foram, mas deixaram textos registrados, e todas as gerações posteriores.


Eis a importância do estudo linguístico, bem como de seus elementos, como a gramática, a ortografia, a sintaxe etc.


O que é hipertexto?


Após este breve passeio conceitual pelo universo linguístico, vamos ao conceito de hipertexto.


O conceito de hipertexto foi criado pelo filósofo e sociólogo americano Theodor Holm Nelson que, com o advento da tecnologia da informação, entendeu que a não-linearidade de textos digitais, que permitiam a passagem de um texto a outro (através dos hiperlinks, como se fossem portais dimensionais), estava criando uma modalidade inédita e revolucionária na forma como os seres humanos se comunicavam.


Hipertexto se refere à escrita em ambiente digital, o que vem mudando a forma como os estudiosos entendem noções como produção textual, direitos autorais e outros.


Enquanto o texto tradicional é uma obra individual (mesmo que fale em nome de um coletivo, algum indivíduo precisou redigir o texto), o hipertexto é uma obra coletiva por natureza, já que contempla múltiplos textos, que vão se ramificando através dos hiperlinks.


Observe a diferença entre os dois conceitos:

  • Texto tradicional: leitura linear

  • Hipertexto: leitura não-linear

A não-linearidade de um texto permite uma interatividade impensável em suportes físicos, como livros, revistas e jornais.


Um hipertexto é um tipo de hipermídia, termo também cunhado por Nelson e que se refere à fusão de diversas mídias (ou meios) de forma não-linear e interativa.


Exemplos de hipertextos


Veja três exemplos claros da prática de hipertexto na internet:

  • Wikipedia

  • Blogs

  • Portais de notícias

Nos três exemplos, há a possibilidade de se utilizar hiperlinks internos (que conduzem a outros textos dentro do mesmo site) e hiperlinks externos (que conduzem a outros sites).


Vídeos embedados (que não exigem que o usuário saia da página para assistir) também são exemplos de hipermídias.



Hipertextualidade e intertextualidade


Um hipertexto, por sua vez, é uma categoria de intertexto, conceito bem anterior ao surgimento da internet, que diz respeito a textos que dialogam entre si. Veja alguns tipos de intertextualidade:

  • Hipertexto

  • Paródia

  • Paráfrase

  • Alusão

  • Tradução

Todos os tipos de intertextualidade citados acima ocorrem necessariamente a partir do diálogo entre dois textos diferentes, sendo o hipertexto um intertexto do mundo virtual.


É isso!


Davi Valukas - Alpha EdTech


23 views0 comments

Recent Posts

See All