top of page
  • Writer's picturedavivalukas

Métodos Ágeis: Aspectos Filosóficos

Métodos Ágeis: um Percurso Histórico


Os Métodos Ágeis surgiram no final da década de 1990 e início dos anos 2000 como uma resposta à rigidez dos métodos tradicionais de gerenciamento de projetos, frequentemente denominados como "Waterfall" (Cascata).


O modelo Waterfall seguia uma abordagem linear e sequencial, onde cada fase do desenvolvimento de software precisava ser concluída antes que a próxima pudesse começar. Embora essa abordagem tenha funcionado em alguns contextos, ela frequentemente resultava em longos ciclos de desenvolvimento, produtos desatualizados e a incapacidade de se adaptar rapidamente às mudanças nas necessidades dos clientes.


A insatisfação crescente com esses métodos levou ao desenvolvimento de alternativas mais flexíveis e iterativas. Diversos frameworks e práticas começaram a surgir, como Scrum, Extreme Programming (XP) e Lean Software Development.


Essas abordagens compartilhavam a crença de que o desenvolvimento de software deveria ser mais colaborativo, adaptativo e centrado nas pessoas.


Métodos Ágeis

O Manifesto Ágil


O ponto de virada para os Métodos Ágeis ocorreu em fevereiro de 2001, quando um grupo de 17 desenvolvedores de software se reuniu em Snowbird, Utah, para discutir formas de melhorar o desenvolvimento de software. Dessa reunião nasceu o Manifesto Ágil, um documento conciso que captura a essência das filosofias e valores que sustentam os Métodos Ágeis.


O Manifesto Ágil é composto por quatro valores fundamentais e doze princípios. Os quatro valores são:


  1. Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas: Este valor enfatiza a importância das pessoas e suas interações no desenvolvimento de software. Ferramentas e processos são importantes, mas são secundários à colaboração e comunicação eficazes entre os membros da equipe;

  2. Software em funcionamento mais que documentação abrangente: A prioridade é entregar software funcional que agrega valor aos clientes. Documentação é útil, mas o objetivo principal é fornecer produtos que funcionem e atendam às necessidades dos usuários;

  3. Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos: Em vez de se concentrar em detalhes contratuais, a ênfase está em colaborar estreitamente com os clientes para garantir que o produto final realmente resolva seus problemas e atenda suas expectativas;

  4. Responder a mudanças mais que seguir um plano: A adaptabilidade é crucial. Os métodos Ágeis encorajam a equipe a se ajustar às mudanças e novas informações, em vez de se manter rigidamente a um plano pré-definido.


Os Princípios Filosóficos dos Métodos Ágeis


Os princípios subjacentes aos métodos Ágeis refletem uma filosofia centrada na flexibilidade, colaboração e entrega contínua de valor. Alguns dos princípios mais significativos incluem:


  • Entrega frequente de software funcional: Preferencialmente em curtos períodos de tempo (itens de trabalho), para garantir que o feedback do cliente possa ser rapidamente incorporado;

  • Bem-estar da equipe: Fomentar um ambiente de trabalho sustentável onde todos possam manter um ritmo constante indefinidamente;

  • Simplicidade: Minimizar a quantidade de trabalho não realizado, ou seja, simplificar processos e funcionalidades para focar no que realmente importa;

  • Auto-organização: As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de equipes auto-organizadas que têm a autonomia para tomar decisões.


Reflexões Finais


A adoção das métodos Ágeis representa uma mudança paradigmática na forma como projetos de software são gerenciados. Ao colocar as pessoas no centro do processo, valorizar a colaboração constante e responder de forma ágil às mudanças, esses métodos oferecem uma abordagem filosófica e prática para enfrentar os desafios do desenvolvimento de software no mundo moderno.


Essa filosofia não apenas revolucionou a indústria de tecnologia, mas também influenciou outras áreas como marketing, recursos humanos e até mesmo a educação, demonstrando a versatilidade e o impacto duradouro dos princípios ágeis.


Davi Valukas - Alpha EdTech

Komentáře


bottom of page